ANCINE e FINEP anunciaram as propostas contempladas na linha C do Fundo Setorial do Audiovisual

outubro 11, 2011

Linha dedicada a operações de investimento em Aquisição de Direitos de Distribuição investe R$ 25 milhões em 16 projetos de 9 distribuidoras

 

Articulada para fortalecer as empresas distribuidoras independentes que atuam no Brasil e estimulá-las a ter o cinema nacional como seu principal produto, a Linha C do Fundo Setorial do Audiovisual vai aportar R$ 25 milhões em 16 projetos de longa-metragem, apresentados por 9 distribuidoras, em parceria com 14 produtoras. Esse montante é parte dos R$ 84 milhões que o FSA colocou à disposição dos agentes do mercado audiovisual este ano, em quatro linhas de ação: produção de longas-metragens, produção de obras para TV, aquisição de direitos de distribuição com investimento em produção e comercialização de longas-metragens.

Os selecionados nesta chamada pública (Prodecine 02/2010) da Linha C foram anunciados pela ANCINE e pela FINEP na manhã de hoje, em evento no Rio de Janeiro que contou com a presença do diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, dos diretores da agência Glauber Piva e Vera Zaverucha e do presidente da FINEP, Glauco Arbix, além de representantes de distribuidoras e produtoras selecionadas. Em sua fala, Manoel Rangel destacou que a cada edital um número maior de distribuidoras recorre ao Fundo Setorial do Audiovisual para viabilizar seus projetos. “A cada ano temos mais distribuidoras e mais projetos qualificados. Isso demonstra que esta linha de ação do FSA está cumprindo o objetivo de contribuir para que mais distribuidoras tenham o filme nacional como seu principal produto e de estimular novas parcerias com as produtoras independentes”, afirmou o diretor-presidente da ANCINE.

A Linha C funciona por meio de operações de investimento em aquisição de direitos de distribuição de obras de longa-metragem de produção independente, com aplicação dos recursos na produção da obra. O início da etapa de contratação dos projetos selecionados está previsto para o dia 21 de novembro de 2011.

Conheça as empresas e projetos selecionados nesta chamada pública.

Ciclorama Filmes

Projeto: Aspirantes – Valor investido pelo FSA: R$ 342 mil

Produtora: Crisis Produtivas

Direção e roteiro: Ives Rosenfeld

Downtown Filmes

Projeto: Minha Mãe É Uma Peça – O Filme – Valor investido pelo FSA: R$ 2,5 milhões

Produtora: Migdal Filmes

Direção: José Avarenga Jr.

Roteiro: Paulo Gustavo

Projeto: Muita Calma Nessa Hora 2 – Valor investido pelo FSA: R$ 3 milhões

Produtora: Casé Filmes

Direção: Felipe Joffly

Roteiro: Bruno Mazzeo

Projeto: Pixinguinha, Um Homem Carinhoso – Valor investido pelo FSA: R$ 2,5 milhões

Produtora: Ipê Artes

Direção: Denise Sarraceni

Roteiro: Paulo Halm

Film Connection

Projeto: Casa Grande – Valor investido pelo FSA: R$ 950 mil

Produtora: Migdal Filmes

Direção e roteiro: Fellipe Gamarano Barbosa

Imagem Filmes

Projeto: A Casa da Mãe Joana 2 – Valor investido pelo FSA: R$ 1,5 milhão

Produtora: MAC

Direção: Hugo Carvana

Roteiro: Paulo Halm

Projeto: Cordilheira – Valor investido pelo FSA: R$ 1,350 milhão

Produtora: RT Features

Direção: Carolina Jabor

Roteiro: Lucía Puenzo

Pandora Filmes

Projeto: Romance Policial – Valor investido pelo FSA: R$ 500 mil

Produtora: El Desierto Filmes

Direção e roteiro: Jorge Durán

Paris Filmes

Projeto: E Aí, Comeu? – Valor investido pelo FSA: R$ 2,250 milhões

Produtora: Casé Filmes

Direção: Felipe Joffly

Roteiro: Marcelo Rubens Paiva

Projeto: Malasartes – Valor investido pelo FSA: R$ 2 milhões

Produtora: O2 Filmes

Direção e roteiro: Paulo Morelli

Projeto: Mulheres – Valor investido pelo FSA: R$ 1 milhão

Produtora: Gullane

Direção: Leonel Vieira

Roteiro: Pedro Varella

Projeto: Ponte Aérea – Valor investido pelo FSA: R$ 1,5 milhão

Produtora: Morena Filmes

Direção: Julia Rezende

Roteiro: Julia Rezende, Rafael Pitanguy de Romani e Paulo Halm

RioFilme

Projeto: A Esperança é última que morre – Valor investido pelo FSA: R$ 1,75 milhão

Produtora: MPC & Associados

Direção: Calvito Leal

Roteiro: Eduardo Albuquerque

Projeto: Meu Amigãozão – O Filme – Valor investido pelo FSA: R$ 2,5 milhões

Produtora: Laboratório de Desenhos

Direção: Andres Lieban

Roteiro: Claudia Koogan

Vinny Filmes

Projeto: Faces da Alma – Valor investido pelo FSA: R$ 1 milhão

Produtora: EH! FILMES

Direção e roteiro: Vinicius Coimbra

Vitrine Filmes

Projeto: Quase Samba – Valor investido pelo FSA: R$ 358 mil

Produtora: Bananeira Filmes

Direção e roteiro: Ricardo Targino

Fonte: ANCINE

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: